Uma comunidade que se constrói com o contributo de todos

A crise pandémica trouxe a necessidade de fazer muitos ajustes e adaptações, entre outros, a necessidade de preservar e acautelar a saúde dos Ministros Extraordinários da Comunhão mais velhos que servem, há muitos anos, a comunidade, com um espírito de entrega, exemplo para todos na paróquia. A renovação vinha a ser feita, paulatinamente, sendo que, estes tempos difíceis, tornaram esta necessidade mais efetiva. O desafio foi apresentado pelo nosso Pastor, Pe. Artur a alguns elementos da comunidade, que, depois de uma reflexão pessoal, aceitaram preparar-se para esta nova missão necessária para melhor servir, sobretudo, os que não podem deslocar-se à celebração da Eucaristia.

A preparação decorreu na Casa de Vilar, no Porto, nos dias 18 de setembro e 2 de outubro e foi coordenada e orientada pelo Rev. Pe. João da Silva Peixoto. Connosco estava um grande grupo vindo de muitas das paróquias que formam a diocese do Porto, com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre este ministério, tendo o formador instado os presentes a “construir” a sua própria biblioteca litúrgica e a aprofundar a cada dia e com formações regulares, a vivência deste ministério, “…para que este Dom do Amor Divino chegue a todos os fiéis” (sic). As funções, as prioridades, o valor da colaboração do serviço, foram lembrados aos formandos como aspetos essenciais deste serviço na Igreja.

A manhã do primeiro dia terminou com a realização de um pequeno exercício escrito de conhecimentos. Após o momento do almoço, um espaço convivial muito agradável, seguiu-se a exposição realizada pelo diácono Alberto Teixeira, que nos apresentou e explicou os diferentes momentos da Eucaristia, recorrendo, muitas vezes, à contextualização histórica e  a intertextualidades com  documentos  que norteiam as orientações da Igreja. O importante, de facto, é a vivência da Eucaristia, como  ponto essencial da vida de Fé de cada um em particular, mas também pela sua vivência em comunidade, pois é na Eucaristia que temos o encontro com Jesus Ressuscitado.

Se o primeiro dia de formação foi de uma maior incidência e disposição doutrinal, o de dia 2 de outubro, versou a preparação espiritual, mas também a preparação da celebração  de domingo, 3 de outubro, onde, numa celebração muito simples, mas muito digna, presidida  pelo senhor bispo do Porto, D. Manuel Linda, fomos investidos na nossa nova missão que nos coloca “em saída” permanente. Tivemos a alegria de ter connosco o nosso pároco, sr. Pe. Artur, familiares, amigos e membros dos MEC da paróquia.

Possamos nós honrar a responsabilidade que nos foi dada neste dia tão especial, para o serviço  nas tarefas que somos e seremos  chamados a realizar na comunidade que nos acolhe.

Os novos MEC’s da paróquia

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: