The Tree of Life (Terrence Malick)

“A criação foi o primeiro ato de sabotagem.” (Emil Cioran)

“Onde estavas, quando lancei os fundamentos da terra?
Diz-mo, se a tua inteligência dá para tanto.
Sabes quem determinou as suas dimensões?
Quem estendeu a régua sobre ela?
Sabes em que repousam as suas bases,
ou quem colocou nela a pedra angular,
entre as aclamações dos astros da manhã
e o aplauso de todos os filhos de Deus?”
(Job 38, 4-7)

Completam-se em 2021 dez anos sobre a estreia de “A Árvore da Vida”, filme que nos coloca perante várias interrogações fundamentais, das quais para a experiência humana a razão do sofrimento será porventura a mais incisiva. Recorrendo a uma vasta paleta de técnicas cinematográficas, Malick oferece-nos, para além de um espetáculo prodigioso, pistas para encontrarmos as respostas essenciais. Um filme belíssimo, intenso, com um elenco excepcional e que deixa ao espetador a palavra final sobre a essência do caminho seguido e do ainda por percorrer.

António Lima

Imagem de topo Gisela Merkuur por Pixabay 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: