Um Deus que ama o ser humano, nós nunca teríamos a coragem de o acreditar,
se não tivéssemos conhecido Jesus.
(Papa Francisco, in Audiência Geral do dia 03 de março de 2021)

O percurso Quaresmal e Pascal do projeto Outras Leituras tem sido uma renovada descoberta do Evangelho, de Deus e da Fé, numa peregrinação em comunidade.

Desde 2017, é com grande expectativa e surpresa que aguardamos o momento de partilhar documentos (textos, excertos de filmes, obras de arte, canções) que se articulem com os Evangelhos dominicais. A reflexão proporcionada pelas obras de arte, pelos excertos filosóficos e teológicos e pelas intervenções espontâneas dos participantes abre os nossos corações para estabelecermos pontes com o Evangelho e, por esta via, sentimos uma maior proximidade de Jesus. Por este motivo, tem sido muito inovador e criativo o contacto com poemas, narrativas, bem como com variados textos teológicos, entre os quais podemos salientar “O Regresso do Filho Pródigo”, de Henri Nowen, os inspirados comentários às “Oito Bem-Aventuranças”, elaborados por Anselm Grün sobre o Sermão da Montanha ou ainda as obras do cardeal-poeta José Tolentino de Mendonça, da filósofa Simone Weil ou do teólogo protestante Dietrich Bonhoeffer.

S. João da Cruz e Santa Teresa de Ávila foram, também, alguns dos nomes incontornáveis que complementaram estes ciclos de Leituras. Muito gratificante tem sido, igualmente, a audição de trechos musicais que vão desde a música clássica até à contemporânea ou a visualização de excertos de filmes, entre os quais se distinguiu a projeção de “Silêncio”, realizado a partir do livro com o mesmo nome do escritor japonês Shusako Endo

Na verdade, ao abalançarmo-nos a entrar nesta vivência de “Outras Leituras” sentimos que, progressivamente, estamos mais vinculados a Deus, porque a meditação sobre as palavas de Jesus é uma alavanca para uma conversão e uma transformação da nossa vida. Com efeito, com esta experiência de diálogo em comunidade, Deus não é mais um estranho, um ídolo a quem prestamos culto, num misto de medo e desconhecimento. Pelo contrário, a partilha de reflexões enriquecida com diversificadas experiências de vida torna presente a humanidade de Jesus e, desse modo, ficamos sensibilizados para O encontrar no nosso próximo. Compreendemos, então, que Deus é uma inesgotável fonte de surpresas em cuja mão nos acolhemos porque, nestas singelas conversas, tornamo-nos íntimos de Jesus. Por isso, um texto, uma canção, um “trailer” dum filme traz Jesus até nossa casa: Ele senta-se connosco à mesa, cura as nossas feridas, dá-nos a Esperança para enfrentarmos a aridez dos dias.

Portanto, ainda no âmbito deste testemunho, uma das palavras que melhor define “Outras Leituras” é o termo transformação, ou se quisermos, transfiguração. Sim, é uma revolução que se opera na nossa vida: vamo-nos libertando, progressivamente, de medos que nos paralisam e fazemos a experiência, cada vez mais consistente, de dialogar e partilhar vivências cristãs do Evangelho, em comunidade. Depois de irmos à fonte da Palavra de Deus, nesta caminhada Quaresmal e Pascal, estamos preparados para recomeçar.

Maria Paula Cardoso    

As “Outras Leituras” | Partilhar opiniões, escutar e CRESCER.

As “Outras Leituras” são um espaço de reflexão que faz parte da agenda pastoral da paróquia , sobretudo, no tempo da Quaresma.

A estrutura deste encontro pressupõe sempre a sugestão de um texto(poema, conto,…),de um filme e uma música, cujas leituras podem ser feitas à luz do tema de cada semana.

Este espaço, aberto à comunidade, que agora, por via das medidas impostas pela COVID 19, se faz on line, todas as segundas feiras pelas 21h30. Orientado pelo nosso Pastor, Pe. Artur, conta com o contributo livre dos que queiram, ali, partilhar uma leitura, um texto, que considerem relevante  e que, de alguma maneira, os tenha tocado. Este momento é particularmente rico, uma vez que cada um pode, de uma forma simples e “em família” partilhar opiniões, escutar e CRESCER.

As “Outras Leituras” têm como ponto de partida o Evangelho. A cada semana o texto sagrado é cruzado com os outros elementos da reflexão e nasce uma partilha muito interessante, que possibilita trazer a Luz do Evangelho para a vida e reconfigurar o sentido de tudo. No  espaço  de uma hora aprendemos a “ver” o nosso quotidiano, o tema da semana ,com uma Luz diferente!

É, também, um espaço de caminho realizado em Comunidade o que permite a criação de pontes entre os que participam mais ativamente e os que, no silêncio, absorvem a mensagem, as reflexões , as partilhas e, ao mesmo tempo, crescem, interiormente.

As “Outras Leituras” são uma oportunidade para aprofundar conceitos e fortalecer o espírito. “Construir”, primeiro a “casa interior” para, depois, a presença na “Casa Comunidade”  ser mais consciente e ativa.

Carlota Madeira 

Resposta aos desafio lançados | Diz-nos o que leste, diz-nos o que viste …

“ Meus amigos lembrai-vos disto, não existem ervas daninhas nem homens maus, há sim maus cultivadores” Vitor Hugo 

Um filme , um livro …

O livro escrito por Vítor Hugo data de 1862

O filme foi realizado por Ladj Lay em 2019

157 anos separam o livro do filme 

O mesmo título , o mesmo local (subúrbios de Paris ) , a mesma realidade social ( assimetria económica -social ) será que mudaram os miseráveis ? Claro que não …podem ter etnia ou credo diferentes mas continuam a ser os pobres . 

Tanto o filme como o livro constituem valiosa ferramenta para melhor compreendermos a(s) várias  pandemia(s) que nos assolam para que a (des)informação não nos desvie do essencial … combater as assimetrias económicas .

Desfrutem tanto do livro como do filme …

José Luís Brandão 

foto criado por jcomp – freepik.com

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: