no mundo… no coração de cada um

Imagem de Jill Wellington por Pixabay 

Um Natal Diferente Um Natal, em plena pandemia, é algo bem complicado. É sempre uma época tão especial, para tantos de nós, que é difícil deixar para trás os habituais bons momentos com a família, de que sentimos tanta falta. Ainda mais este ano em que, durante tanto tempo, não foi possível que saíssemos das nossas casas. 2020 não tem sido apenas um ano difícil, como tantos outros já foram. Tem sido um ano de muitas injustiças, trazidas pela doença. Todos quisemos ter, pelo menos, um acontecimento que nos trouxesse alegria, o que anteriormente era normal e frequente, mas foi quase impossível. O que é o Natal, sem a junção, sem a partilha e sem a união? São esses mesmos fragmentos perdidos ao longo do caminho deste ano que, agora, procurávamos reencontrar. Mas nem sempre as coisas correm da maneira esperada e esse é o sentimento que, realmente, temos vindo a partilhar durante esta “fase” da Covid-19, que, cada vez mais, parece ser eterna. Muito diferente de festividades como o Carnaval, Halloween,etc…, o Natal não é apenas um dia celebrado por e para crianças. É uma época, no final do ano, em que lembramos e festejamos o nascimento de Jesus Cristo, representa a família e a resolução de conflitos internos. As pessoas deixam de lado os seus problemas, por um momento especial. Seja este a decorar a casa, juntas, a partilhar a ceia natalícia ou a dar e receber presentes. Seja a procurar o divino no melhor do humano e a fazer do pouco dos homens algo divino. E esta devia ser a mentalidade mantida durante mais esta quadra. Mas, infelizmente, este ano tem servido para unir algumas pessoas, mas, também, para separar outras. Nem tanto pela necessidade de  estarmos  afastados, para evitar contágios, mas, essencialmente, porque toda a tensão de exigir certos comportamentos para nos protegermos é extrema e, à mais pequena falha, coisas que pareceriam absurdas, há um ano, tornam-se motivo de discussões acesas, que perturbam as relações. No início, acreditávamos ser só um vírus vulgar. Mas, com o passar do tempo, percebemos que não se trata apenas de usar máscaras ou de não participar em ajuntamentos. É como se todas as dinâmicas do dia-a-dia estivessem alteradas e nos impedissem de viver a vida da maneira como devíamos. Por esse motivo, vai custar-nos bastante conseguir trazer de volta uma família perdida. Uma família de amigos, parentes, namorados, colegas, … Uma família construída ao longo dos anos e da qual temos muitas saudades. A felicidade de ver as ruas iluminadas, repletas de gente para fazer compras de Natal, já não vai existir. O jantar na Noite de Natal – que era um dos momentos mais importantes – a troca de presentes, a igreja cheia de gente para a missa natalícia, serão muito diferentes. O Inverno era aquecido por esta época especial! Agora, é só o Inverno a ser mais frio e a contribuir para a propagação da doença. As árvores e decorações públicas de Natal já nem são tão admiradas, pois ninguém quer fazer parte de uma multidão. Parece que todos perderam o entusiasmo e esta era aquela altura em que, realmente, precisávamos disso. O melhor que podemos fazer é tentar continuar a acreditar que ainda é possível viver o sentido do Natal. Ainda se pode ser humano. Pode ser que, todos juntos, sejamos mais fortes do que esta pandemia e consigamos manter o verdadeiro sentimento de união, em tempos mais sombrios. Pode ser que seja possível recuperar o verdadeiramente importante, mesmo lamentando que muitas vidas tenham sido perdidas para uma doença que apareceu sem aviso prévio. O Natal é o Natal e não devia perder a sua essência, nem por um ano. Felizmente, estamos no século XXI e é possível mantermos o contacto, com recurso às tecnologias. Apesar de não ser a mesma coisa, ainda nos dá esperança! Ainda há Natal, desconfina o coração e acolhe a solidão do outro.

Francisca Gomes

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: