Após a azáfama das últimas semanas para o carregamento do contentor, os voluntários abraçaram mais um desafio e organizaram um jantar Guineense a reverter a favor da missão “Casa Fiz do Mundo Guiné”. O jantar realizou-se no dia 5 de julho na Quinta da Toca, em Grijó.

O jantar foi precedido pela eucaristia de envio dos voluntários que iriam partir para a Guiné a 13 de Julho. Esta eucaristia foi presidida pelo Dom Manuel Linda (Bispo do Porto), com a presença da Irmã Marisa Nacaman e a Irmã Arcangela Baió, ambas guineenses e pertencentes à Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC). Na Ação de Graças, presentearam-nos com um cântico africano, que, com a sua vibração própria, com certeza inundou de luz os muitos corações que lá se encontravam…

Poderia dizer-se que o convite dos voluntários para o jantar seria um convite à comunidade paroquial de Espinho, mas na realidade foi muito mais além. E foi com grande alegria que pudemos conviver com pessoas provenientes de diferentes locais, até mesmo guineenses residentes em Portugal, que souberam do desafio e aderiram! Que bom é sentir que a nossa comunidade consegue proporcionar esta comunhão.

Tudo estava preparado! Os panos de cores quentes e com padrões vincados das roupas típicas e da decoração que surgiam aqui e ali no meio dos convidados, e alguns apontamentos singelos, onde sobressaía um djambé, transportavam-nos um pouquinho até África. Essa África, que talvez por razões socio-culturais nos deixa um misto de curiosidade… no fundo no fundo… uma África que desperta em nós um sentimento de fraternidade. 

Os encantos das irmãs guineenses acompanharam-nos durante toda a refeição, desde os preparativos da ementa, com o frango à cafriela, sobremesas com os aromas típicos a amendoim, cajú, manga, banana, abacate, coco… até aos momentos de música africana que nos encheram a alma. Na verdade, muitas vezes não é pela comida que um jantar nos preenche, mas pelo que nos faz sentir, os sabores intensificam-se com cada sentido que lhes damos. Enfim, um jantar familiar no qual todos estávamos reunidos por um motivo único “Vivermos em Missão”, na Guiné, ou onde quer que nos encontremos!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: