Na passada tarde de Domingo, dia 7 de Abril, os jovens do terceiro ciclo da catequese foram desafiados a representar 15 estações da via sacra, mas de uma forma completamente diferente daquilo a que estamos habituados a ver. Não havia grupos, idades ou anos de catequese, mas sim um todo.

Com cada estação associada a um texto que expunha alguns dos problemas com que nos deparamos hoje em dia (e que são tão familiares a estes jovens), cabia-lhes mostrar-nos aquilo que cada passagem significava para eles. E essa demonstração não podia ter sido mais completa: vimos o percurso de Jesus a ser corporizado por estes jovens através da dança e expressão corporal, através de peças originais tocadas por instrumentos de sopro, violino e piano e das suas próprias vozes.

Foi através da arte que estes jovens decidiram expressar e interpretar as 15 estações, mostrando-nos assim aquilo que cada texto lhes dizia e fazia sentir. As músicas escolhidas por eles expressaram a sua diversidade: ouvimos músicas tão diferentes quanto Diogo Piçarra, Hillsong United e Beethoven.

Mais importante que aquilo que nos mostraram, e que nos deu vontade de, a cada momento, levantar e bater palmas, foi ver a entreajuda e a partilha que criaram entre si. Uma via sacra de jovens: representada por jovens e com a ajuda de outros jovens que, com um pouco mais de experiência, não hesitaram em partilhar aquilo que de melhor sabiam e faziam, construindo assim esta rede.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: