Somos um mundo em (des)construção. No combate de cada dia, deixamos cair o Ser em ruínas, levantando do pó o Homem Novo, crente na Palavra de Deus, a única arma que desarma.

Ver Tomé como um gémeo de todos os crentes de todos os tempos é o convite que a leitura do Evangelho nos faz. O crente de hoje está mais próximo de Tomé do que qualquer outro discípulo, sem querer generalizar e sem esquecer tantos e tão grandes testemunhos de mártires e de homens e mulheres da mística que nos abrem outras perspectivas. Mesmo assim, na minha humilde opinião, todos se aproximam um pouco da vivência de Tomé.

Folha Dominical

Em comunhão com o Dr Guerra,  reconhecendo e homenageando o seu trabalho, vamos fazer chegar a todos novamente a folha dominical, sempre que possível com os seus comentários aos textos.

Retomada no seu formato on line